Site versus Redes Sociais

Muitos nos questionam se um site ainda tem alguma utilidade frente as redes sociais que tomaram conta do universo web em acessos e no impulsionamento de negócios dos mais diversos.


Recentemente um amigo me questionou: As empresas ainda estão fazendo sites? Não é suficiente estar tudo no facebook, por exemplo?


Não há uma resposta objetiva para esta questão, mas se amadurecermos a ideia vamos perceber que é muito importante sim a empresa ou o negócio se cercar de uma boa apresentação. E pensando desta forma, a empresa deve batalhar para ter sua identidade visual, mostrar seus diferenciais da melhor forma possível para conquistar e fidelizar clientes e prosperar. Um negócio não se baseia somente em vendas, mas na construção de uma reputação para se ter vida longa.


Na prática, já tive a seguinte experiência de compra: Entrei em contato com uma empresa solicitando o catálogo de produtos ou site para que pudesse escolher um presente para minha mãe. A resposta que tive do vendedor foi para acessar o perfil da empresa no Instagram.


Bem, aí começou o martírio. Foi no mínimo 100 mensagens trocadas para definir o produto, cor, tamanho, se estava disponível, forma de entrega, como pagar e aí foi até receber o produto.


Com toda a tecnologia que temos atualmente e de forma acessível, temos que nos colocar na posição do nosso público-alvo e facilitar a experiência de compra.


As redes sociais são ótimas ferramentas de retaguarda para divulgação e até venda, mas não se pode descartar que um site, além de projetar a imagem da empresa, organizar as informações, auxiliar o usuário na compreensão dos serviços e produtos ofertados, consegue sobretudo se moldar as reais necessidades do empreendedor e seu público, diferente das redes sociais que é algo de uso comum.


Enfim, pode-se considerar que são recursos tecnológicos hoje distintos e que cada um tem sua importância.

Eduardo Corrêa
Diretor Executivo

____
tags: ponto online, agência digital, sites, lojas virtuais, redes sociais